Notícias - Vitra Design Museum lança concurso em parceria com a Corticeira Amorim

Vitra Design Museum lança concurso em parceria com a Corticeira Amorim

O Vitra Design Museum lançou recentemente, em parceria com a Corticeira Amorim, um concurso que desafia os designers de todo o mundo a conceberem novas aplicações de cortiça ou a melhorarem o actual portfolio de produtos da indústria.

O Vitra Design Museum lançou recentemente, em parceria com a Corticeira Amorim, um concurso que desafia os designers de todo o mundo a conceberem novas aplicações de cortiça ou a melhorarem o actual portfolio de produtos da indústria.

As 20 melhores propostas serão seleccionadas até 15 de Julho de 2012 com base na relevância clara e aplicação na melhoria das linhas de produtos existentes e / ou a criação de novas aplicações ou linhas de produtos. Os vencedores serão convidados a participar num workshop especializado em Domaine Boisbuchet, no qual se desenvolverão os protótipos das 20 ideias seleccionadas. No final do workshop, será atribuído um prémio de 10.000 € ao melhor projecto.

Alexander von Vegesack, em representação do Domaine de Boisbuchet e do Vitra Design Museum, Gabriele Pezzini, designer consultor da Hermès (Paris), Cathleen O'Rourke, Directora para a Europa da Parsons The New School for Design (Paris), Luisa González-Portillo, Coordenadora do Master IED e Directora Académica Domaine de Boisbuchet, os designers Pedro Ferreira e Rita João (Pedrita), juntamente com Carlos de Jesus e Raquel Castro, da Corticeira Amorim, são os elementos que compõem o júri e que serão responsáveis pela selecção dos trabalhos vencedores.

Nas palavras de Alexander von Vegesack, Presidente do Domaine de Boisbuchet e do Vitra Design Museum, “Domaine de Boisbuchet é um lugar idílico, que atrai criativos de todo o mundo. Inspirados pela natureza, experimentam trabalhar com a madeira, o barro, tecidos, e outros materiais e, acima de tudo, com a sua fantasia. A cortiça é o enriquecimento ideal desta paleta e é um material pelo qual sempre tive grande respeito e simpatia. Nunca desperdiço uma rolha de cortiça! As minhas mãos e os meus pés apreciam a suavidade e o conforto deste material natural. Este meu afecto intuitivo é também suportado por convicções: as suas incomparáveis qualidades ecológicas fazem da cortiça uma das matérias-primas mais pertinentes para promover o futuro do nosso meio ambiente”.

Seduzido pela versatilidade da cortiça, o Vitra Design Museum pretende potenciar no privilegiado espaço do Domaine de BoisBuchet o desenvolvimento de novas aplicações de cortiça, considerando o potencial inesgotável deste material sustentável e tirando partido das suas características verdadeiramente excepcionais, tais como: isolamento triplo - térmico, acústico e vibrático, -, resistência a altas temperaturas, permeabilidade aos líquidos, flexibilidade, compressibilidade e leveza.

Os interessados podem concorrer até 30 de Junho. A informação do concurso está inteiramente disponível no website (www.boisbuchet.org ) e os documentos das candidaturas devem der submetidos através do email (mailcompetitions@boisbuchet.org ).

A Corticeira Amorim, que tem vindo a liderar iniciativas diversas para alavancar a associação de cortiça e design, associa-se de novo a uma acção no Domaine de Boisbuchet, com o apoio a este concurso, mais uma excelente oportunidade de apresentar a cortiça e o seu potencial de aplicação e de promover a sua utilização junto da comunidade criativa.

Recorde-se que já em 2011, a Corticeira Amorim tinha patrocinado um workshop sobre cortiça no Domaine de Boisbuchet, coordenado por Rita João e Pedro Ferreira (Pedrita) que propunha uma redescoberta deste material junto da comunidade criativa emergente.

Com este concurso, e neste centro educativo de excelência, os designers serão de novo estimulados a criar, sob o lema da sustentabilidade.

Sobre o Domaine de Boisbuchet
Actualmente considerado como um dos mais importantes centros de experimentação em design e arquitectura a nível internacional, o Domaine de Boisbuchet promove workshops de Verão, em parceria com o Centre George Pompidou e o Vitra Design Museum, numa propriedade rural idílica, situada na região centro-oeste francesa.

Os workshops de Verão foram retomados em 2010, após um interregno que quebrou o ciclo de 14 anos de promoção de oficinas de arquitectura e design para artistas, arquitectos e designers internacionais. Durante os seis a dez dias das oficinas, os participantes trabalham com o objectivo comum de explorar os vários temas e de aplicar os novos conhecimentos adquiridos num curto espaço de tempo.