>

693067270,041Kg

CO2 emitido pelos vedantes artificiais

desde: 01/01/2013

1492559131,26Kg

CO2 absorvido pelas rolhas de cortiça

desde: 01/01/2013

Para mais informações por favor clique aqui
  • Com os vedantes sintéticos poderemos ter a certeza de que não se verificará o «sabor a rolha»?

    A cortiça não é a única fonte de contaminação por TCA, pelo que a mudança de vedantes não eliminará o risco de contaminação por TCA. Existem igualmente outros gostos e sabores que não estão minimamente associados à cortiça, tal como o TBA (Tribromoanisol) e os Brettanomyces, e a utilização de vedantes sintéticos não protegerá contra os mesmos.

    Por exemplo, alguns fabricantes de rolhas sintéticas foram obrigados a rever os seus processos de produção, quando se concluiu que o talco utilizado no processo produtivo causava um cheiro a vaca ou estrebaria, e enfraquecia o vinho.

    • Rolhas de cortiça versus vedantes sintéticos
  • A cortiça pode ser utilizada para produzir energia?

    Sim. O pó da cortiça pode ser utilizado na cogeração de energia elétrica, dando um importante contributo para a melhoria da eficiência energética. Amorim satisfaz mais de 60% das necessidades energéticas com recurso ao pó de cortiça (biomassa), uma fonte de energia neutra em termos de emissões de CO2.

    Pela sua leveza e capacidade de isolamento acústico e térmico, a cortiça também é utilizada nas turbinas eólicas.

    • Cortiça
    • Todas
    • Vinhos
    • Vinhos
    • Todas