>

970959085,668Kg

CO2 emitido pelos vedantes artificiais

desde: 01/01/2013

2091014699,49Kg

CO2 absorvido pelas rolhas de cortiça

desde: 01/01/2013

Para mais informações por favor clique aqui
  • Estão as cápsulas de rosca o mais próximo possível do que pode ser considerado um vedante perfeito?

    Nenhum vedante é perfeito, tal como se concluiu pelo ensaio comparativo às rolhas realizado pelo AWRI, e seria uma irresponsabilidade por parte de qualquer fornecedor garantir a perfeição do seu produto.

    Ao longo de séculos, a cortiça tem vindo a revelar um desempenho notável. Na verdade, à medida que aprendemos mais sobre a química enológica pós-engarrafamento, apenas podemos admirar a contribuição singular da cortiça para a conservação e evolução do vinho.

    À medida que formos capazes de a compreender melhor, conseguiremos melhorar ainda mais o seu desempenho.

    • Rolhas de cortiça versus cápsulas de rosca
  • Quantos descortiçamentos podem ser feitos a um sobreiro?

    Ao longo da sua vida, o sobreiro pode ser descortiçado cerca de 17 vezes, com intervalos de pelo menos nove anos, o que significa que a exploração de cortiça durará, em média, 150 anos.

    O primeiro descortiçamento chama-se desboia e dele obtém-se a cortiça virgem, que apresenta uma estrutura muito irregular e uma dureza que a torna difícil de trabalhar.

    Nove anos depois, aquando do segundo descortiçamento, a cortiça, designada de secundeira, já tem uma estrutura regular, menos dura.

    A cortiça destas duas primeiras extrações é imprópria para o fabrico de rolhas, sendo utilizada em aplicações para isolamentos, pavimentos, objetos decorativos, entre outros.

    A partir do terceiro descortiçamento e seguintes obtém-se a cortiça amadia ou de reprodução. Só esta apresenta uma estrutura regular, com costas e barriga lisas, e com as características ideais para a produção de rolhas naturais de qualidade.

    • Cortiça
    • Sobreiro
    • Todas
    • Vinhos
    • Todas
    • Vinhos